/ DevSecOps

O que é DevSecOps

Para falarmos de DevSecOps precisamos entender a importância da segurança da informação em todo o processo de desenvolvimento da aplicação. A segurança da informação é uma vertente dentre tantas que existem no mundo de TI e, há alguns anos, o processo de teste de segurança da aplicação e sua infraestrutura eram realizados apenas no final do processo sendo validado para que não houvesse uma possível abertura para hackers, falta de backups, inexistência de controle de acesso, entre outros fatores. Esse fluxo de trabalho durou por anos, no entanto, com a chegada das metodologias ágeis, esse processo teve de ser modificado para que as equipes se integrassem e o processo de entrega atingisse maior velocidade, tornando se mais eficaz.

Ao falarmos de processos e metodologias Ágeis é impossível não falar sobre a Cultura DevOps que deve ser aplicada em todos os níveis de desenvolvimento e inovação. Atualmente, na estrutura DevOps, a segurança é uma responsabilidade compartilhada e integrada do começo ao fim do projeto. É um fator tão importante que foi criado o termo DevSecOps, que visa potencializar ainda mais a agilidade e a capacidade de obter respostas rápidas no que diz respeito à segurança.

Mas o que é o DevSecOps?

Se formos traduzir as iniciais do termo, o significado seria Desenvolvimento, Segurança e Operação, ou seja, a segurança da informação integrada em todos os ciclos e níveis da sua aplicação. Significa automatizar o trabalho de segurança para que o fluxo de trabalho não fique lento, selecionando as ferramentas certas e construindo essa nova vertente sobre a cultura DevOps dentro da empresa.

Como podemos aplicar o DevSecOps?

Para aplicarmos a segurança em todos os aspectos do desenvolvimento do software é necessário identificar e entender os pontos críticos de todo esse processo. Essa integração no pipeline precisa ter uma nova mentalidade de trabalho, assim como as ferramentas, que também devem ser atualizadas. Para melhorar a segurança do ambiente são utilizados alguns padrões de arquitetura, como a utilização de micros serviços em containers.

Pensando nisso, vamos citar três pontos para que você possa iniciar sua jornada com o DevSecOps!

Estabilis-BannerCTA_SITE-3

**Padronizar o ambiente **

Ao padronizar o ambiente, alguns trabalhos que eram repetitivos deixam de ser, pois o ambiente é sempre o mesmo. Vale lembrar que o ideal é dar o mínimo de acesso possível para que os serviços se comuniquem.

Testes automatizados

Automatizar os testes no processo de CI/CD é importante para garantir que todos os novos serviços que surgirem estejam devidamente testados.

Isolar containers

É uma boa prática isolar os containers que executam serviços, e também a rede. Com isso a segurança dos seus dados serem roubados em casos de ataque é baixa.

A área de DevSecOps é enorme e sempre há novos pontos que podem ser aprimorados! Para aqueles que estiverem interessados na área de segurança, a nossa recomendação é estudar Security As A Code, gerenciamento de configuração de software, modelagem de ameaças, gerenciamento de identidade e acesso e teste de aplicativos dinâmicos. Isso é apenas um começo para ingressar nessa metodologia, mas a área está crescendo e há sempre algo novo surgindo!

Estabilis-BannerCTA_BLOG