/ AWS

AWS na prática | Escopo de serviços

Olá pessoal! No artigo anterior nós aprendemos sobre os pontos de presença e os serviços que rodam nelas. Neste artigo vamos falar sobre escopo de serviços.

O que é um escopo de serviço?

Ele define se o serviço roda apenas dentro de uma zona de disponibilidade, se ele roda dentro de dentro de todas as AZs de uma região ou se ele roda globalmente, entre todas as regiões da AWS.

Então tempos 3 níveis de escopo de serviço:

  • Escopo de Zona de disponibilidade
  • Escopo de região
  • Escopo global

Lembra quando falamos no artigo de zonas de disponibilidade, que elas são compostas por data centers, e que cada AZ é independente? Lembra também que falamos no artigo de regiões que uma região trabalha de forma completamente isolada? Esses conceitos são importantes para entendermos o escopo dos serviços.

Visto que uma AZ é um conjunto de data centers completamente independente de outras AZs, então temos alguns serviços, principalmente os de computação, que possuem o escopo de AZ.

Se pararmos para analisar, isso é até bem lógico, porque cada AZ possui sua infraestrutura de servidores e storages para fornecer recursos computacionais às instâncias. Se instâncias em uma AZ pudessem usar storages que estão em outra AZ, elas não seriam independentes e, caso qualquer uma dessas duas AZs ficasse indisponível, todo seu ambiente também ficaria indisponível.

Lembre que o conceito de AZ existe para que possamos implementar arquiteturas altamente tolerante a falhas!

Para implementarmos um ambiente altamente tolerante a falhas, precisamos de serviços que estejam disponíveis em todas as AZs, por exemplo o Load Balancer e o AutoScaling. Sem esses serviços seria bem mais complicado termos um ambiente de alta disponibilidade, não é verdade? Então temos os serviços de escopo de região, que estão disponíveis e se comunicam com todas as AZs.

E, por último, temos os serviços de escopo global, que são comuns para todas as regiões da AWS. São serviços relacionados à controle de identidade (IAM), CloudFront, que é a CDN e está replicada em todas as regiões e o Route53 que também é replicado em todas as regiões.

captura-de-tela-2017-09-07-c3a0s-16-25-03

Na topologia acima fica um pouco mais fácil de entendermos a relação de serviços e escopo. As instâncias e os serviços acoplados às instâncias habitam no escopo de AZ. O load balancer e o auto-scaling trabalham no escopo de região. O Route53 atua no escopo global.

Talvez você se pergunte: Se serviços acoplados às instâncias, como EBS, PrivateIPs, Subnets, são escopo de AZ, por que então Snapshots e AMIs (templates) são escopo de Região? É simples, é porque os arquivos de snapshot e de IAM são armazenados no S3, que é um serviço com escopo de Região.

Entender estes conceitos antes de iniciar a implementação do seu ambiente vai te economizar um tempo precioso!

Henrique Bueno

Henrique Bueno

Henrique Bueno é CTO da Estabilis e especialista em cloud computing. Navega entre liderança e empreendedorismo, com foco em tecnologias emergentes.

Read More